Como Adotar o Estilo Old Money com um Orçamento Limitado

Rita
Como Adotar o Estilo Old Money com um Orçamento Limitado

Já alguma vez sonhaste em ter o estilo Old Money sem te preocupares com a tua conta bancária? Eu também! O que descobri é que todas nós podemos desfilar com um guarda-roupa digno da alta sociedade dos Cotswolds, mas sem gastar nem um terço. Até porque a renda de casa, os jantares fora, e a conta da água (sou só eu que noto que tem aumentado, e muito?!) realmente somam, e na maioria das vezes, sobra pouco para gastar em roupas de alta qualidade.

A boa notícia é que muitos dos looks clássicos e sofisticados que admiramos no Pinterest não precisam de custar uma fortuna. Com algumas dicas inteligentes, podes incorporar o estilo Old Money no teu dia-a-dia sem comprometer o teu orçamento. As pessoas mais bem-vestidas não são esbanjadoras, são espertas – e tenho algumas dicas de estilo para te ajudar a parecer luxuosa com um orçamento limitado.

Estilo Old Money: O que é?

O estilo Old Money caracteriza-se pela elegância discreta e sofisticação intemporal, refletindo a aparência das famílias mais ricas e tradicionais da sociedade. Este estilo privilegia a qualidade sobre a quantidade, com peças clássicas que nunca saem de moda. Roupas feitas de tecidos luxuosos como caxemira, lã, seda e algodão de alta qualidade são essenciais e onde raramente vemos um logótipo de uma marca conhecida do público.

Blazers bem cortados, calças de alfaiataria, camisas de colarinho, camisolas de caxemira e acessórios discretos como pérolas e relógios clássicos são elementos-chave. A paleta de cores é geralmente neutra, com padrões discretos, enfatizando a sofisticação sem ostentação.

Como conseguir o estilo Old Money?

Escolhe peças adaptadas ao teu tipo de corpo

Pode parecer óbvio, mas roupas demasiado apertadas, com bainhas a arrastar no chão ou mal ajustadas ao teu corpo nunca atingem o seu verdadeiro potencial. Leva os teus jeans favoritos, vestidos e outras peças à costureira – vale a pena. Com alguns ajustes, as peças básicas do teu guarda-roupa vão parecer que foram feitas para te servir a ti, e não a qualquer pessoa. E para as migas que compram por impulso: Por favor, larga o casaco de napa por 10€ da Primark e afasta-te lentamente. Não precisas dele – acredita!

Sê intencional nas tuas compras

Todas temos os nossos próprios mantras de moda, mas se queres seguir este estilo intemporal, então segue o “menos é mais.” Isto significa menos cores a competir entre si, assim como estampados exagerados não devem ter espaço no teu guarda-roupa. Dá primazia aos básicos e neutros – acredita que se queres construir um armário cápsula, esta é dica chave. Até porque quando compras algo novo ou em segunda mão deves conseguir conjugar com a maioria das peças que já tens em casa.

Em caso de dúvida, opta pelo monocromático para um look sem esforço, mas sofisticado. E se estiveres a lutar contra ti mesma para compor um conjunto, limita-te a adicionar uns brincos e anéis minimalistas, uma mala e um par de óculos de sol simples para completar o look.

Usa uma mala estruturada e com qualidade

Etiquetas e insígnias de designer podem até ser agradáveis quando o assunto são malas, mas nunca necessárias quando sabemos como escolher a mala perfeita. Uma mala de boa qualidade de tom neutro não é apenas elegante, mas também um essencial do dia-a-dia. Existem várias marcas, inclusive portuguesas, como a Sigh Store ou a OwNever, que vendem este tipo de artigos em pele – e por uma fração do preço tendo em conta marcas internacionais. Opta por uma forma e estilo intemporais para que não só durem uma vida, mas para que consigas elevar automaticamente um conjunto de forma harmoniosa.

Usa jóias discretas

Na mesma nota, sê seletiva com os teus acessórios. Se estiveres a usar um top com um decote, opta por um par de brincos de pérola ou um relógio em vez de um colar. Investe em algumas peças de joalharia minimalistas mas atraentes que possas combinar com qualquer coisa, e apostas nelas para o dia-a-dia. Mesmo um colar delicado pode ter um grande impacto. E muito honestamente, esquece bijuteria das lojas fast-fashion: é dinheiro que estás a deitar ao lixo, poupa para investires em peças que te vão durar mais como as banhadas a prata ou a ouro – ou mesmo em aço inox.

Adiciona um cinto ao teu look

Um acessório muitas vezes negligenciado, os cintos conseguem melhorar quase qualquer conjunto. Quer seja uns jeans e uma t-shirt ou um conjunto de blazer e calças clássicas, um cinto preto ou castanho vai completar qualquer look. Investe num de tom neutro que sabes que podes usar com qualquer coisa que queiras combinar.

Investe em peças clássicas

Para adotar o estilo Old Money, foca-te em peças clássicas e intemporais que nunca saem de moda. Blazers com um corte simples e não muito largo nem cintado, camisolas de caxemira ou lã, calças de alfaiataria e uma camisa branca são essenciais. Escolhe cores neutras e padrões discretos como xadrez ou riscas. Estas peças de qualidade podem ser combinadas de várias formas, criando um guarda-roupa versátil e sofisticado que transmite elegância.

Aposta em tecidos de qualidade

Mesmo com um orçamento limitado, é possível encontrar peças em tecidos de boa qualidade que conferem um ar sofisticado. Os saldos são uma excelente forma de conseguires estas peças-chave que te falei. Procura peças em algodão, caxemira, linho ou lã que duram mais tempo do que outros materiais.

Coloca no teu orçamento financeiro um certo valor para que consigas fazer este tipo de investimento, em certas alturas do ano em que as marcas fazem promoções. Desta forma estás a preparar-te financeiramente e acabas por conseguir comprar com qualidade e não mais barato, só porque não te preparaste atempadamente para esse gasto.

Cuida das tuas roupas

Manter as tuas roupas em ótimo estado é crucial para que durem. Lava e passa a ferro com cuidado, guarda-as em cabides adequados e repara pequenos danos imediatamente. Retira os borbotos das peças de lã, antes de guardares para a próxima estação. Assim, prolongas a vida das tuas peças favoritas e elas estarão sempre prontas para usares sem teres de te preocupar com manchas amareladas ou botões em falta.

Não subestimes os mercados de segunda mão

Os mercados de segunda mão, app’s como o OLX e a Vinted, assim como as lojas vintage são ótimos locais para encontrar peças únicas e de qualidade a preços reduzidos. Podes descobrir verdadeiras pérolas que conferem um toque exclusivo ao teu guarda-roupa. Investir em roupas vintage é também uma forma sustentável de fazer compras, reduzindo o desperdício. Não só consegues encontrar peças com qualidade, como também contribuis para um consumo mais consciente.

Total
0
Partilhas
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo Anterior
10 Dicas Infalíveis para Poupar Dinheiro nas Férias

10 Dicas Infalíveis para Poupar Dinheiro nas Férias

Artigos Relacionados
Total
0
Partilha